Homem abriu fogo em um hospital de Tulsa, nos Estados Unidos
Reprodução
Homem abriu fogo em um hospital de Tulsa, nos Estados Unidos

Um atirador invadiu um hospital loclaizado na cidade de Tulsa, no Estado de Oklahoma, nos Estados Unidos, e matou ao menos quatro pessoas nesta quarta-feira (1) . Policiais locais afirmam que o criminoso foi morto após o tiroteio.

 A cena foi descrita pelos policiais, segundo a imprensa local, como "catastrófica". O St. Francis Health System bloqueou seu campus  por causa da situação no Natalie Medical Building. O edifício Natalie abriga um centro cirúrgico ambulatorial e um centro de saúde da mama.

"Temos vários andares... com centenas de quartos e centenas de pessoas dentro do prédio. Estamos tratando isso como uma cena catastrófica", afirmou o capitão Richard Meulenberg ao canal de televisão CNN.


Um atirador invadiu um hospital loclaizado na cidade de Tulsa, no Estado de Oklahoma, nos Estados Unidos, e matou ao menos três pessoas. Policiais locais afirmam que o criminoso foi morto após o tiroteio.

A polícia de Tulsa atendeu a um chamado nesta tarde sobre a presença de um homem munido de um rifle em um prédio do St. Francis Hospital.

No momento, policiais vasculham o prédio do hospital a procura de outras possíveis ameaças.

O presidente Joe Biden esteve na cidade de Tulsa nesta quarta-feira para participar de uma cerimônia que lembrou os 101 anos do massacre de Tulsa, quando um grupo de supremacistas brancos atacou um bairro negro da cidade.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários