Civis ucranianos passam pelos corpos de dois soldados russos entre as cidades de Irpin e Bucha, perto de Kiev
Yan Boechat/O Globo - 14.03.2022
Civis ucranianos passam pelos corpos de dois soldados russos entre as cidades de Irpin e Bucha, perto de Kiev

Dois levantamentos independentes apontam que EUA: Crianças comem doce de maconha em escola e vão parar no hospital
aproximadamente 3.000 militares russos morreram ao longo dos três meses do conflito na Ucrânia.

As contagens foram baseadas checagem de fontes abertas (redes sociais, anúncios individuais de unidades militares, declaração de famílias, reportagens de meios locais), e realizadas pelo coletivo de jornalistas investigativos russos iStories e pelo serviço russo da rede britânica BBC.

O número de mortes parou de ser compartilhado por Moscou logo após um anúncio feito quanddo a guerra completou um mês, quando 1.351 mortes foram admitidas. A Ucrânia fala em 30 mil, e o Reino Unido, em 15 mil.

Analistas mais sóbrios acreditam que o número possa flutuar em torno de 7.000, talvez até 10 mil, mas ainda não há como confirmar. O mesmo ocorre do lado de Kiev, que não divulga dados sobre suas baixas.

A ONU apenas fala em cerca de 4.000 civis mortos, admitindo que é uma conta imprecisa.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários