Candidato da Extrema-Direita Rodolfo Hernandez votando
Reprodução / Twitter - 29.05.2022
Candidato da Extrema-Direita Rodolfo Hernandez votando

Gustavo Petro

Gustavo Petro
Reprodução
Gustavo Petro


Aos 62 anos, o ex-prefeito de Bogotá e ex-senador do esquerdista Pacto Histórico disputa pela terceira vez a Presidência da Colômbia.  Petro está em campanha desde que perdeu o segundo turno das presidenciais de 2018 contra o atual presidente, Iván Duque. Seus opositores questionam seu passado guerrilheiro como membro do M-19 e sua antiga amizade e aliança com o chavismo. Suas propostas estão centradas numa forte mudança do sistema econômico, incluída uma reforma agrária, renegociação de tratados de livre comércio, aposta por uma economia verde (mudança de matriz energética) e legalização das drogas, entre outras iniciativas.

Federico Gutiérrez

Federico Gutiérrez
Valter Campanato/Agência Brasil
Federico Gutiérrez


O ex-prefeito de Medellín é a grande esperança da direita na cruzada para impedir que a esquerda, através de Gustavo Petro, chegue pela primeira vez ao poder. Gutiérrez, de 47 anos, tem o apoio de partidos tradicionais, entre eles o Partido Liberal, da grande maioria dos empresários e de eleitores mais conservadores. Embora tenha se distanciado do ex-presidente Álvaro Uribe (2002-2010), o candidato da Equipe Colômbia é visto como o representante de um sistema político que Petro busca derrubar. O candidato prometeu combate a corrupção e ao narcotráfico, reduzir a pobreza e impulsionar o crescimento.

Rodolfo Hernández

Rodolfo Hernández
Programas Telemedellín / Wilkimedia Commons
Rodolfo Hernández


No último mês de campanha, o ex-prefeito de Bucaramanga, quinta maior cidade da Colômbia, transformou-se em fenômeno eleitoral ao quase empatar, em algumas pesquisas, com Federico Gutiérrez. Aos 77 anos, este engenheiro que ficou rico financiando casas para setores populares na década de 90 conseguiu penetrar em amplos setores da sociedade com um discurso antissistema e de direita. Quando era prefeito, Hernández foi gravado dando um soco num vereador, revelando sua personalidade intempestiva e autoritária. Também ficou famoso ao dizer, numa entrevista de rádio, que admirava Hitler (anos depois disse que sofrera um lapso). Suas propostas de governo são vagas e Hernández, por esse motivo, evita participar de debates.

Sergio Fajardo

Sergio Fajardo
Reprodução / Inter-American Dialogue
Sergio Fajardo

Esta é a segunda candidatura presidencial do ex-prefeito de Medellín e ex-governador do estado de Antióquia. Fajardo, de 65 anos, era a promessa do centro colombiano, que nunca conseguiu decolar nas pesquisas e ser uma alternativa à polarização entre esquerda e direita. O matemático enfrentou denúncias de irregularidades em suas gestões durante a campanha e sua proposta de unir os colombianos sem ódios e rancores não prosperou.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários