Onze pessoas presentes no voo tiveram ferimentos graves
reprodução: Twitter
Onze pessoas presentes no voo tiveram ferimentos graves

Quarenta pessoas ficaram feridas durante um voo com fortes tubulências da companhia aérea SpiceJet, que partiu de Mumbai, capital da Índia, para Durgapur, também no país asiático, no domingo (1º). Desses, onze tiveram ferimentos graves e foram hospitalizados, incluindo um homem que foi encaminhado para uma cirurgia de coluna. Até o momento, oito já receberam alta e foram liberados.

Segundo o portal local India Today , o avião estava prestes a pousar no aeroporto Kazi Nazrul, também conhecido como aeroporto Andal, quando começou uma "enorme turbulência" provocada por uma tempestade conhecida localmente como Kal Baisakhi. O fenômeno ocorre na Índia sobretudo nos meses de abril e maio e é caracterizado por fortes ventos e chuvas torrenciais.

Assim que a aeronave encontrou turbulência, a tripulação acionou o sinal do cinto de segurança, de acordo com a Spicejet, e vários anúncios foram feitos pelos pilotos instruindo os passageiros a permanecerem sentados e com os cintos de segurança afivelados. Ao India Today , um homem afirmou que os cintos rasgaram com o impacto, o que agravou a gravidade da situação.

Em nota, a Spicejet disse que "expressa seu pesar por este infeliz incidente" e que "está fornecendo toda ajuda médica possível aos feridos". Segundo a companhia aérea, todos receberam assistência "imediata" na chegada a Durgapur.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários