Explosão de carro-bomba na prefeitura de Argélia, Colômbia
Reprodução: Redes Sociais
Explosão de carro-bomba na prefeitura de Argélia, Colômbia

A um mês das eleições presidenciais da Colômbia, em 29 de maio, a explosão de um carro-bomba atingiu a sede da Prefeitura de Argélia, cidade no oeste do país, na madrugada desta segunda-feira (2). Segundo o presidente do município, Jhonnatan Patiño, em sua conta no Twitter, um segurança ficou levemente ferido.

"Repúdio total ao ataque às instalações municipais da Prefeitura neste momento, no qual o segurança ficou levemente ferido e o prédio foi destruído. Chega de guerra em nosso território", escreveu Patiño.

Ao portal Notícias Caracol, o secretário de governo de Cauca, Luis Ángulo, afirmou que um conselho de segurança será realizado nesta segunda-feira para analisar os acontecimentos — medida que foi confirmada pelo ministro da Defesa, Diego Molano, no Twitter. De acordo com Ángulo, existe há anos um duro confronto entre dissidentes das FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) e as tropas do ELN (Exército de Libertação Nacional). Até o momento, não há provas, no entanto, de que algum desses grupos estaria envolvido no crime.

Ainda ao portal Notícias Caracol, o analista de conflito Andrés Macías apontou que Cauca tem o maior número de municípios de risco extremo, onde atuam grupos como o ELN, os dissidentes das FARC e o Clã del Golfo. Entre eles, ocorrem constantes disputas pelo controle territorial e busca de alianças com grupos locais, o que aumenta o nível de violência na região.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários