Papa exibe bandeira da Ucrânia
Divulgação/VaticanNews
Papa exibe bandeira da Ucrânia

O papa Francisco alertou nesta terça-feira (26) que toda guerra nasce de uma injustiça e pediu para os cristãos trabalharem pela paz neste  "tempo absurdo" de guerra após a pandemia de Covid-19.

A declaração foi dada pelo Pontífice em um vídeo destinado aos membros do Conselho Nacional Católico para o Ministério Hispânico nos Estados Unidos, reunidos em Washington para o 6º Congresso "Raízes e Asas".

"Convido-os a refletir sobre a necessidade de ser cristãos que transformam as estruturas e podem criar pontes em todos os setores da sociedade, iluminando o pensamento, levando a ações que possam trazer paz e unidade em todos os níveis, começando em nossas famílias e comunidades", disse o líder da Igreja Católica na mensagem.

"Eu preciso de paz, você precisa de paz, o mundo precisa de paz, respirar a paz é saudável. Precisamos de sinais concretos de paz. Os cristãos devem dar o exemplo", acrescentou.

Francisco lembrou ainda que "toda guerra nasce de uma injustiça, inclusive aquelas que às vezes são combatidas em nossas famílias e comunidades, que são travadas ou feitas em silêncio, estas também nascem de uma injustiça".

Além disso, o papa elogiou o tema da convenção - "Vozes proféticas: sejam pontes para uma nova era"-, especialmente neste momento complicado.

Leia Também


"O tema é importante. Embora pareça um pouco suntuoso, eles escolheram um bom tema, neste momento absurdo em que, sem ainda sair de uma pandemia que atingiu toda a humanidade com sofrimento e tristeza, nos encontramos em meio a sofrimento e a tragédia de uma guerra", enfatizou ele.

Para o Santo Padre, "é triste ver que a humanidade é incapaz de pensar com esquemas e projetos de paz". "Todos pensamos com esquemas de guerra", em uma espécie de "caimismo existencial".

"A fraternidade de todos pertence a todos e não pode ser realizada com estes esquemas que transformam a vida das famílias, comunidades, povos, nações e do mundo", ressaltou o religioso, convidando todos os fiéis a trabalhar pela paz diária.

"Peço-vos que sejam pontes, que criem pontes, que rezem e trabalhem pela paz. E não se esqueçam de rezar por mim", concluiu.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários