Gabriel Boric, presidente do Chile
Reprodução
Gabriel Boric, presidente do Chile

Um homem foi detido pela polícia chilena após arremessar uma pedra contra o  presidente do país, Gabriel Boric, nesta quinta-feira. A tentativa de agressão aconteceu na cidade de Coquimbo, enquanto Boric cumprimentava apoiadores.

"Se alguém pensa que pode me intimidar ou mudar a forma como queremos governar, está muito enganado. Vamos continuar conversando com as pessoas que concordam, e também com as que não concordam, porque esse é o papel de um governo: ouvir e olhar as pessoas nos olhos" disse o presidente chileno sobre o episódio.

A pedra atingiu o peito de Matías Meza-Lopehandía, chefe do gabinete presidencial. O agressor foi identificado como um homem de 31 anos.

O ex-presidente chileno de direita Sebastián Piñera foi às redes sociais criticar a tentativa de agressão contra o atual mandatário do país.

"As pedras não são o caminho e a violência deve ser sempre condenada, forte e claramente. Devemos recuperar os caminhos do diálogo, da colaboração e dos acordos para construir um Chile melhor e para todos", escreveu Piñera.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram  e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários