Imagem de massacre em Bucha, na Ucrânia
Reprodução/Twitter - 03.04.2022
Imagem de massacre em Bucha, na Ucrânia

As autoridades ucranianas informaram na noite da última quarta-feira (20) que encontraram nove corpos de civis com sinais de tortura na cidade de Borodyanka , uma das mais devastadas durante a ocupação dos russos.

"Essas pessoas foram mortas pelos ocupantes russos e algumas das vítimas mostram sinais de tortura", acusou o chefe da polícia local, Andrey Nebytov, no Facebook.

De acordo com Kiev, Borodyanka foi palco de "massacres de civis" em março, quando as forças russas ocuparam a cidade. "Em uma vala, havia dois homens de 35 anos e, ao lado deles, uma adolescente de 15 anos", declarou Nebytov.

Segundo o chefe da polícia, as autoridades também encontraram em outra fossa os cadáveres de quatro homens e duas mulheres identificadas como "moradores da cidade".

Leia Também

Nebytov acusou todos os russos de terem executado civis que "não apresentaram nenhuma resistência" e informou que a Ucrânia continuará investigando os crimes cometidos pelos russos contra a população do país. Os corpos localizados foram levados aos necrotérios na região de Kiev para serem submetidos a autópsias.

Ontem, o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, visitou o local. "Em Borodyanka. Como em Bucha e em outras tantas cidades na Ucrânia. A história não esquecerá os crimes de guerra cometidos aqui. Não há paz sem justiça", escreveu ele nas redes sociais.

Rússia iniciou uma ofensiva militar na Ucrânia no último dia 24 de fevereiro. Desde então, mais de 2 mil civis foram mortos, segundo dados da ONU, que alerta para a probabilidade de o número real ser muito maior.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram  e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários