Vladimir Putin, presidente da Rússia
Reprodução/ Twitter @KremlinRussia
Vladimir Putin, presidente da Rússia

A Rússia expulsou 40 diplomatas de três países europeus como resposta às medidas análogas adotadas pelos governos dos Países Baixos, Bélgica e Áustria, informa o Ministério das Relações Exteriores por meio da agência de notícias Tass nesta terça-feira (19).

São 21 funcionários belgas, 15 holandeses (sendo 14 diplomatas da embaixada de Moscou e um do consulado geral de São Petersburgo) e quatro austríacos. Todos deverão deixar o país em até duas semanas.

As três nações expulsaram os funcionários russos entre março e abril e, em muitos casos, os diplomatas de Moscou foram acusados de exercer atividades que extrapolam suas funções oficiais, como espionagem.

As expulsões de países europeus se intensificaram desde o início dos ataques da Rússia contra a Ucrânia, em 24 de fevereiro, e continuam a ser anunciadas por várias nações.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários