Mary Hellen, suspeita de tráfico de drogas presa na Tailândia
Foto cedida pela família ao Estado de Minas
Mary Hellen, suspeita de tráfico de drogas presa na Tailândia

A defesa da  brasileira Mary Hellen Coelho, presa na Tailândia sob a suspeita de tráfico de drogas, está a mais de 24 horas tentando comunicá-la a respeito da morte de sua mãe, no Brasil, em razão de um câncer. Moradora de Pouso Alegre (MG), a 400 quilômetros de Belo Horizonte, Thelma Coelho morreu nesta quarta-feira, dia 13.

"Infelizmente, ainda não conseguimos um retorno (da prisão na Tailândia). Estamos tentando via telefone e e-mail para termos contato com ela e dar a notícia da forma mais respeitosa e cuidadosa possível, mas até agora sem sucesso", afirmou a advogada Talita Franco, uma das representantes da jovem de 21 anos.

Por enquanto, o único contato que Mary Hellen teve com sua família ocorreu por meio de uma carta recebida no início deste mês. Ela foi presa em fevereiro após ser flagrada pelas autoridades locais com 15,5 quilos de cocaína no aeroporto Suvarnabhumi, avaliada em 46,5 milhões de baht (R$ 7,3 milhões), conforme informou a Alfândega tailandesa.

A droga, totalizada em 15,5 quilos, estava escondida nas malas de Mary Hellen e outros dois homens, também presos.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários