Ucranianos respondem a ataques russos com tanque que capturaram do Exército de Vladimir Putin
Reprodução / Twitter - 12.03.2022
Ucranianos respondem a ataques russos com tanque que capturaram do Exército de Vladimir Putin

Nesta segunda-feira (11), o exército ucraniano afirmou em publicação que está se preparando para a "batalha final" no porto devastado de Mariupol, importante ponto econômico do país que está cercado pelas tropas Em Março, Brasil recebeu 74 ucranianos que fugiram da guerra
russas há mais 40 dias.

"Hoje será provavelmente a última batalha, pois a munição está acabando (...) É a morte para alguns de nós e cativeiro para os demais" , disse no Facebook a 36ª brigada da Marinha, que integra as Forças Armadas da Ucrânia.

"Estamos desaparecendo pouco a pouco (...) Não sabemos o que acontecerá, mas pedimos que se lembrem (de nós) com uma palavra gentil", pediu a brigada aos ucranianos.

Segundo a postagem, quase metade da brigada está ferida. Eles disseram que estão  "durante mais de um mês estamos lutando sem munição, sem comida, sem água, fazendo o possível e o impossível".

Nesses 40 dias de intensos combates , "o inimigo nos fez recuar pouco a pouco (...) nos cercou e agora tenta nos destruir" , justificou a brigada nesta segunda-feira, antes de lamentar a falta de ajuda " do comando do exército e do presidente" ucraniano Volodymyr Zelensky.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários