Destruição nos subúrbios de Kiev, na Ucrânia
Reprodução / OHF News - 03.04.2022
Destruição nos subúrbios de Kiev, na Ucrânia

O Centro de Comunicações Estratégicas e Segurança de Informação da  Ucrânia estima que cerca de 19 mil soldados russos tenham morrido desde o  início da invasão das tropas do presidente Vladimir Putin ao território ucraniano, em 24 de fevereiro.

Os dados, no entanto, não foram confirmados pelas fontes oficiais russas.

Ainda de acordo com a Ucrânia, houve perda de equipamentos militares do lado russo, sendo 700 tanques, 333 sistemas de artilharia, 1.891 veículos blindados, 108 sistemas de disparo de mísseis e voleios, 55 meios de defesa aérea, 150 aeronaves e 135 helicópteros.

Os russos, segundo as fontes ucranianas, também tiveram outros equipamentos destruídos, incluindo 1.361 unidades de veículos automotores, 7 navios/barcos, 76 tanques, 112 drones e outros veículos aéreos não tripulados, 25 unidades de equipamentos especiais, 4 lançadores de sistemas de mísseis operacionais e táticos.

Leia Também

Nesta semana, a Rússia admitiu ter sofrido perdas "significativas" de soldados com a guerra na Ucrânia. "Temos perdas significativas de tropas e é uma grande tragédia para nós", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, ao canal britânico Sky News,  mas sem citar números.

Quando questionado sobre os dados, Peskov não quis responder à pergunta, justificando que o número de vítimas do país ainda não foi "duplamente confirmado".

Anteriormente, em 25 de março, Putin também havia reconhecido a perda de 1.351 soldados e que outros 3.825 ficaram feridos desde o início do conflito.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários