Centro de ajuda humanitária na região de Donetsk é bombardeado
Reprodução 18/03/2022
Centro de ajuda humanitária na região de Donetsk é bombardeado

Ao menos dois civis morreram e cinco ficaram feridos em um ataque russo contra um centro de distribuição de ajuda humanitária em Vuhledar, na área separatista de Donetsk, nesta quarta-feira (6), informou o governador regional, Pavlo Kirilenko.

Segundo o político, em mensagem publicada no Telegram e repercutida pela agência AFP, "o centro foi bombardeado por fascistas russos com foguetes" e o ataque ocorreu "durante a distribuição de ajuda".

Vuhledar é uma pequena cidade que tinha 15 mil habitantes antes da guerra e que fica a cerca de 50 quilômetros de Donetsk.

Desde o início de abril, Moscou informou que iria parar ou reduzir os ataques próximos a Kiev e Kharkiv para concentrar suas ações no leste da Ucrânia, na área que inclui as regiões separatistas de Donetsk e Lugansk, e no sul do território, próximo à Crimeia - a península anexada de maneira unilateral em 2014. A medida foi respeitada em partes desde então.

Segundo funcionários do governo de Kiev que estão nas duas áreas separatistas, há pesados combates em andamento nesta quarta-feira.

Leia Também

"As tropas russas estão se movimentando em direção a Sloviansk [Donetsk], Barvinkhove [próxima a Kharkiv], Rubizhne [Lugansk] e, naturalmente, Mariupol [sul]", disse o conselheiro do Ministério do Interior, Vadym Denysenko.

Ainda conforme autoridades locais, os russos estão atacando as ligações ferroviárias entre Donetsk e o restante da Ucrânia.

Já em Lugansk, 10 arranha-céus de Sievierodonetsk, na região de Lugansk, foram atacados nesta quarta-feira pelos russos, mas ainda não há informações de vítimas. Por conta das atividades militares, o governo ucraniano pediu que os civis evacuem as cidades ou busquem refúgios antibombas.

Parte das regiões de Donetsk e Lugansk já estavam nas mãos dos separatistas pró-Rússia desde 2014, mas desde o início dos ataques russos, em 24 de fevereiro, outras localidades que ainda estavam sob comando dos ucranianos caíram nas mãos dos russos.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários