Militares russos teriam estuprado mulher na frente de filho de seis anos
Reprodução / Twitter - 22.03.2022
Militares russos teriam estuprado mulher na frente de filho de seis anos


O Ministério da Defesa da  Ucrânia  denunciou nesta quarta-feira (30) que uma mulher foi estuprada por militares russos em frente ao seu filho de seis anos em Mariupol, cidade que está sitiada desde os primeiros dias da guerra.

"Em Mariupol, os invasores russos se revezaram para estuprar uma mulher por vários dias em frente ao seu filho de seis anos. Ela morreu depois pelos ferimentos. O cabelo do seu filho ficou grisalho. Isso não é um filme de terror. Estupro, violência, assassinato - isso é o que o "mundo russo" está mostrando", postou a conta.

A notícia não é possível se ser verificada de maneira independente, mas é mais uma a se somar com as dezenas de denúncias de estupros de mulheres em áreas invadidas pelos russos desde 24 de fevereiro.


Leia Também

As acusações são publicadas por deputados e membros do governo ucraniano, que chegaram a afirmar que muitas das mulheres se suicidaram para evitar serem alvos de novos crimes.

Já Mariupol vive uma das situações mais dramáticas da guerra, com uma gravíssima crise humanitária em curso.

Segundo estimativas do governo de Kiev, cerca de 100 mil pessoas ainda estão presas na localidade sem o básico para sobreviver, como água, alimentos e remédios. (ANSA).

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários