Prédio destruído por míssil russo em Kharkiv, na Ucrânia
Reprodução/Twitter
Prédio destruído por míssil russo em Kharkiv, na Ucrânia

Nesta sexta-feira (25), porta-vozes da Igreja Ortodoxa informaram que um capelão militar russo morreu em um ataque da Ucrânia com foguetes "Smertch", em localidade fronteiriça russa próxima à cidade de Kharkiv.

"O pai [Oleg Artiomev] estava ontem [quinta-feira] no povoado de Khuravliovka, quando morreu atingidos pelos disparos de Smertchs ucranianos e morreu no exercício de suas funções", escreveu o departamento militar da igreja nas redes sociais, de acordo com a agência de notícias AFP .

Esta é a primeira vez, desde o início do conflito , que uma morte russa é confirmada devido a um ataque ucraniano.

Pouco antes de o  presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, pedir mais ajuda militar à Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) nesta quinta-feira (24), o país fez um ataque inédito com mísseis contra um porto que havia sido ocupado pela Rússia durante a guerra .

Segundo a Marinha ucraniana, ao menos um navio de desembarque de tropas, blindados e munições foram destruídos na ocasião.

Mais cedo, em discurso durante a reunião de cúpula da Otan, em Bruxelas,  Zelensky cobrou o envio de mais armas e equipamentos militares para que o país possa se defender dos ataques da Rússia.

Leia Também

"Precisamos de ajuda militar sem restrições. Vocês têm ao menos 20 mil blindados e a Ucrânia está pedindo 1% dos seus blindados. Podem nos dar ou nos vender, mas não nos deixem sem resposta. Precisamos de uma resposta clara", afirmou o mandatário na ocasião.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários