Teatro de Mariupol ficou destruído após ataque russo
Reprodução/Twitter
Teatro de Mariupol ficou destruído após ataque russo

Durante uma reunião do Conselho de Segurança das Nações Unidas nesta quinta-feira (17), o embaixador russo na ONU, Vasily Nebenzia, disse que o governo de Vladimir Putin negou os ataques contra uma maternidade e a um teatro que atingiram civis na cidade de Mariupol.

De acordo com o diplomata, as imagens dos ataques e das vítimas, divulgadas pela imprensa ocidental, seriam "propaganda".

O hospital infantil, segundo ele, serviria como uma base militar, enquanto que o teatro teria sido bombardeado por forças ucranianas, responsáveis por manter mulheres e crianças reféns dentro do local. Nebenzia, porém, não apresentou provas as quais disse ter.

Já o embaixador João Genésio Almeida, representante brasileiro nas Nações Unidas, condenou os recentes ataques a hospitais no território ucraniano, ressaltando que "são particularmente preocupantes, uma violação das leis humanitárias".

Almeida ressaltou ainda que o Brasil reitera sua posição de que "é fundamental" o imediato cessar das hostilidades na Ucrânia e a garantia segura da passagem de civis.

Leia Também

"Só com um cessar-fogo abrangente e respeitado é que é possível dar acesso rápido e seguro de assistência humanitária àqueles que precisam", enfatizou o embaixador brasileiro em seu discurso.

Cada vez mais isolada, a Rússia desistiu de colocar em votação uma resolução humanitária sobre a Ucrânia no Conselho de Segurança da ONU, porque não tem apoio dos aliados mais próximos. A informação já havia sido antecipada por fontes diplomáticas e foi confirmada pelo embaixador russo.

"Decidimos não votar amanhã nosso projeto de resolução humanitária sobre a Ucrânia, mas não vamos retirá-lo. Em vez disso, estamos pedindo uma nova reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU amanhã de manhã em relação aos laboratórios biológicos administrados pelos EUA", afirmou Nebenzia.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários