A cidade sitiada de Mariupol é uma das mais afetadas pela invasão russa
Ansa/Reprodução
A cidade sitiada de Mariupol é uma das mais afetadas pela invasão russa

O vice-prefeito da cidade ucraniana de Mariupol , Serhiy Orlov, informou que mais de 1,2 mil corpos foram retirados das ruas e começaram a ser enterrados em valas comuns.

Diversos trabalhadores locais cavaram uma vala de cerca de 25 metros de comprimento em um antigo cemitério do município e empurraram os corpos, que estavam envoltos em sacos plásticos, lençóis ou tapetes.

De acordo com as autoridades locais, mais de 1,2 mil pessoas faleceram em Mariupol em nove dias. No entanto, as pessoas enterradas nas valas não foram mortas somente em função da guerra, mas também por doenças ou causas naturais.

Os mortos são colocados nas valas sem muita cerimônia, principalmente por ser muito perigoso para os trabalhadores. Alguns mísseis russos já atingiram o cemitério nesta semana e interromperam os enterros e danificaram um muro do local.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários