Não é verdade que ucraniana protestou com cartaz pedindo que Zelensky fosse Bolsonaro
Reprodução
Não é verdade que ucraniana protestou com cartaz pedindo que Zelensky fosse Bolsonaro

Na última semana, circulou pelas redes sociais uma imagem mostrando uma ucraniana que estaria protestando contra o conflito no país com um cartaz em que está escrito, em inglês, "Queríamos que Zelensky fosse Bolsonaro".

Com o tempo, a imagem original começou a circular pela internet e ficou comprovado que o cartaz que compara Zelenzky a Jair Bolsonaro é falso.

Na verdade, como consta na fotografia divulgada pela agência NPA Syria, a mulher manifestava com um cartaz em que estava escrito "Save Ukraine. Stop Putler", o equivalente a "Salve a Ucrânia. Pare Putler", em português.

"Putler", no caso, seria a junção do nome do presidente russo Vladimir Putin com o líder da Alemanha nazista Adolf Hitler.

Leia Também

A foto do protesto foi registrada em Erbil, no Iraque. Ucranianos que viviam na cidade e apoiadores realizaram a manifestação contra a guerra na porta do escritório das Nações Unidas no dia 27 de fevereiro. Identificada como Rostislav pela reportagem, a mulher pediu que o mundo "abrisse os olhos e ajudasse" os ucranianos.


"Putin disse que começou uma invasão militar para salvar o povo da Ucrânia. Putin, você deseja salvar o povo do quê? De quem? Nós vivemos bem na Ucrânia. Nos deixe em paz", ressaltou a manifestante.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários