Zelensky pede sanções mais duras após ataque a usina nuclear
Reprodução
Zelensky pede sanções mais duras após ataque a usina nuclear

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, pediu sanções mais duras contra a Rússia após o ataque à central nuclear de Zaporizhzhia, maior usina atômica da Europa.

"É necessário um imediato endurecimento das sanções contra o Estado terrorista nuclear", afirmou o mandatário em um novo vídeo publicado na internet. Segundo Zelensky, uma eventual explosão em Zaporizhzhia poderia representar o "fim da Ucrânia e da Europa".

A usina foi tomada pelas forças de ocupação russas na manhã desta sexta-feira (4), após um ataque de artilharia. Um prédio chegou a pegar fogo durante o assalto, mas a Agência Internacional de Energia Atômica (Aiea) disse que não houve vazamento de radiação dos seis reatores da central.

"Tivemos sorte, a integridade dos reatores foi mantida", afirmou o diretor-geral da entidade, Rafael Mariano Grossi. Ao menos duas pessoas ficaram feridas no ataque, de acordo com a Aiea.

Incluindo Zaporizhzhia, a Ucrânia conta com quatro usinas nucleares em operação, totalizando 15 reatores. Essas unidades são responsáveis por gerar cerca de metade da energia elétrica consumida pelo país.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários