Prédio destruído por míssil russo em Kharkiv
Reprodução/Twitter
Prédio destruído por míssil russo em Kharkiv

O governo da Rússia disse que seus representantes estão prontos para uma segunda rodada de negociações com uma delegação da Ucrânia, mas que não está claro se os ucranianos vão aparecer. No entanto, um assessor do presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, confirmou na TV Ucrânia-24 que as negociações deverão acontecer, sem dar mais detalhes.

Dmitry Peskov, porta-voz do governo russo, afirmou que há informações contraditórias sobre as negociações. Um dia antes, o presidente Volodymyr Zelensky afirmara que a Rússia precisava parar de bombardear cidades para haver diálogo.

"Primeiro precisamos tentar prever se os negociadores ucranianos vão aparecer ou não, vamos torcer para que isso aconteça", disse.

Nesta quarta, um assessor presidencial confirmou na TV Ucrânia-24 que as negociações acontecerão. De acordo com informações da agência russa Tass, a nova rodada do dialógo acontecerá em Belovejskaya Puscha, na Bielorrússia, com as mesmas delegações que participaram do primeiro encontro.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

Leia Também

Peskov também falou sobre as sanções que foram impostas à Rússia: ele disse que seu país vai pensar em uma resposta clara e dura.

O porta-voz disse que a economia está tomando um golpe significativo, mas é sólida, e alertou que o país já passou por outras crises.

O Ministério da Defesa da Rússia anunciou nesta quarta-feira que suas tropas tomaram o controle da cidade de Kherson, no Sul da Ucrânia. O prefeito Igor Kolykhayev diz que a cidade ainda está sob controle ucraniano, mas as autoridades locais reportam que a região está completamente cercada por militares do país vizinho.

Em Kharkiv, a segunda maior cidade ucraniana, próxima da fronteira russa, os bombardeios da Rússia continuam pelo segundo dia e o prefeito disse que o município de 1,4 milhão de habitantes está "parcialmente cercado". 

Caso a informação seja confirmada, Kherson se tornaria a maior cidade da Ucrânia capturada pelas forças russas até o momento. Durante a noite, a estação de trem e o porto já estavam sob controle de russos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários