Crianças russas 'detidas' em Moscou
Reprodução
Crianças russas 'detidas' em Moscou

O político Ilya Yashin, que faz oposição ao  governo de Vladimir Putin na Rússia, divulgou ontem (1º) fotos que, segundo ele, seriam de crianças detidas por policiais após colocar flores na embaixada da Ucrânia em Moscou.

Nas imagens, crianças de cerca de 10 anos aparecem com cartazes e flores nas mãos, sentadas na parte de trás de uma van. O cartaz dis "sem guerra", escrito em russo. Uma delas, uma menina, parecia estar chorando. Ela também aparece com um olhar triste, no que parece ser um departamento de polícia, sugerindo que elas tenham sido levadas para uma delegacia.

“Nada fora do comum: apenas crianças em vans da polícia atrás de um pôster anti-guerra. Esta é a Rússia de Putin, pessoal. Você vive aqui", escreveu Yashin.

Leia Também

Em 2021, ele foi impedido de concorrer nas eleições ao ser rotulado como "extremista", já que apoiava o líder da oposição, Alexey Navalny.

Segundo o Daily Mail, as imagens foram compartilhadas por repórteres que cobriam as manifestações que, mesmo proibidas, tomaram as ruas das cidades russas desde a última quinta-feira (24), quando a investida russa contra o território ucraniano começou.

De acordo com o site de monitoramento independente OVD.Info, a principal fonte de informações da imprensa mundial sobre a repressão policial na Rússia, 7.602 pessoas já foram presas desde o dia 24. Entre eles estão jornalistas, professores e principalmente ativistas.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários