Rússia será responsabilizada pelos seus atos, advertem líderes da UE
Reprodução
Rússia será responsabilizada pelos seus atos, advertem líderes da UE

Os líderes da União Europeia (UE), Charles Michel e Ursula von der Leyen, advertiram, nesta quinta-feira (24), de que a Rússia será "responsabilizada" pelos  atos militares contra a Ucrânia.

Eles devem se reunir em Bruxelas, após Moscou ter sido avisada sobre o endurecimento das sanções europeias caso a Rússia atacasse a Ucrânia. "Vamos pedir contas ao Kremlin", escreveram o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, e a presidente da Comissão Europeia, Úrsula von der Leyen, em publicação conjunta no Twitter.

E completaram: "Condenamos veementemente o ataque injustificado da Rússia à Ucrânia. Nessas horas escuras, nossos pensamentos estão com a Ucrânia e as mulheres, homens e crianças inocentes que enfrentam esse ataque não provocado e temem pelas suas vidas".

As primeiras sanções contra Moscou entraram em vigor nessa quarta-feira (23), em reação ao reconhecimento da independência dos territórios separatistas na Ucrânia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários