A passageira denunciou o caso à tripulação da cabine do voo da United Airlines dizendo que um homem a forçou a fazer sexo com ele
Reprodução
A passageira denunciou o caso à tripulação da cabine do voo da United Airlines dizendo que um homem a forçou a fazer sexo com ele

Um homem britânico de 40 anos foi preso no Aeroporto Heathrow, em Londres, após ser acusado de estuprar uma mulher na cabine da primeira classe de um avião da United Airlines. A suposta vítima, também de Londres, afirma que foi atacada enquanto os demais passageiros dormiam. O voo noturno transatlântico vinha de Newark, nos Estados Unidos, para a Inglaterra. O caso ocorreu no dia 31 de janeiro e divulgado pela imprensa inglesa nesta terça-feira, 8.

Segundo o jornal The Sun, a passageira denunciou o caso à tripulação da cabine do voo da United Airlines dizendo que um homem a forçou a fazer sexo com ele.

Os funcionários ligaram para a polícia de Londres e relataram o crime. Agentes da Polícia Metropolitana embarcaram no avião para prender o suspeito assim que a aeronave pousou no Terminal 2 do aeroporto, por volta das 6h30 do último dia 31.

A mulher, que também tem 40 anos, foi levada pela polícia para um centro de aconselhamento. Ela foi ouvida por policiais especializados em casos de estupro. Foram recolhidas impressões digitais, foto de identificação do suspeito e amostras de DNA. O suspeito foi liberado depois, e o inquérito está em andamento.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários