Tempestade Ana deixa quase 90 mortos no sul da África
Reprodução/redes sociais
Tempestade Ana deixa quase 90 mortos no sul da África

A tempestade tropical Ana, de intensidade moderada, deixou pelo menos 86 mortos em sua passagem por Madagascar, Moçambique e Malawi, além de desalojar milhares de pessoas, causar a falta de energia elétrica e provocar danos significativos, segundo balanço atualizado nesta sexta-feira (28).

Desde a semana passada, fortes chuvas atingiram vários países da região sul do continente africano, deixando um rastro de destruição pelos territórios.

De acordo com as autoridades dos três países, equipes de resgate estão enfrentando dificuldades para acessar as regiões afetadas, onde estradas e pontes foram literalmente destruídas.

No Malawi, onde morreram 20 pessoas, o Departamento de Gestão de Desastres disse que, devido às estradas intransitáveis, muitas famílias tiveram que transportar a pé os corpos de seus familiares para o enterro.

O presidente Lazarus Chakwera declarou estado de emergência no país, onde diversas cidades ainda permanecem sem energia elétrica.

Leia Também

A tempestade tropical causou chuvas torrenciais, que perderam a intensidade hoje. Ana passou por Madagascar na última segunda-feira, antes de chegar a Moçambique e Malawi.

Em Madagascar, onde ao menos 48 pessoas foram mortas por deslizamentos de terra, a tempestade se juntou a chuvas que já vinham atingindo a região em 22 de janeiro. Ao todo, 72 mil pessoas perderam suas casas.

Já em Moçambique, 18 mortes foram registradas, de acordo com o balanço mais recente. A Unicef informou que 10,5 mil casas foram danificadas, além de 12 unidades de saúde e 137 escolas.

A tempestade também afetou Zimbábue, mas não há registros de mortes até o momento.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários