Bloco lançou projetos para reforçar o apoio vital à população
Reprodução
Bloco lançou projetos para reforçar o apoio vital à população

A União Europeia revelou nesta sexta-feira (21) que começou a restabelecer uma "presença mínima" em Cabul para facilitar a entrega de ajuda humanitária ao Afeganistão .

O porta-voz do bloco, Peter Stano, informou em um comunicado que a presença na capital afegã "não deve de forma alguma ser vista como um reconhecimento" pelo Talibã, grupo fundamentalista que retomou o poder no país em 15 de agosto.

"Nossa presença mínima em Cabul não deve de forma alguma ser vista como um reconhecimento. Isso também foi claramente comunicado às autoridades de fato", informou Stano.

Em virtude da  grave crise humanitária que o Afeganistão enfrenta, a União Europeia lançou recentemente alguns projetos no valor de 268,3 milhões de euros para reforçar o apoio vital à população local.

Segundo o bloco, a quantia vai reforçar projetos nas áreas da educação, saúde e meios de subsistência dos afegãos, bem como para proteger a saúde pública, inclusive para refugiados, migrantes e deslocados internos.

"Não deixar ninguém para trás é um princípio fundamental do envolvimento da União Europeia no mundo. Hoje, estamos demonstrando o que dissemos muitas vezes: não abandonaremos o povo afegão", disse Jutta Urpilainen, comissária europeia para Associações Internacionais.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários