Elon Musk revista time
Reprodução
Elon Musk revista time

A revista americana "Time" escolheu o bilionário Elon Musk como personalidade do ano 2021. O anúncio foi feito na manhã desta segunda-feira.

Dono de uma fortuna de mais de US$ 250 bilhões, o homem mais rico do mundo foi escolhido por sua influência em campos tão distintos como produção de veículos elétricos, viagens espaciais e inovações em carros autônomos, fronteiras tecnológicas que vão delinear o futuro da sociedade - e do planeta - nos próximos anos. 

Ele tem ainda milhares de seguidores nas redes sociais, o que o levou recentemente a brincar que abandonaria seus negócios para se tornar influencer digital, e é um entusiasta das criptomoedas.

Como lembra a Time, Musk não tem casa própria e, recentemente, começou a vender suas ações - de onde vem boa parte de sua fortuna - após uma enquete no Twitter. Na verdade, boa parte da venda foi feita para o executivo pagar impostos cobrados nos EUA sobre transações com ações.

No ano passado, o reconhecimento foi dado ao então presidente eleito Joe Biden e sua vice Kamala Harris, seguindo uma tradição da revista em reconhecer futuros mandatários americanos.

Leia Também

Na semana passada, o presidente brasileiro Jair Bolsonaro foi eleito "Personalidade do Ano 2021" em uma enquete on-line da revista americana Time, informou a publicação. O reconhecimento não tem relação com o anúncio desta segunda.

Chamado de "líder controverso" pela revista, Bolsonaro recebeu quase um quarto dos 9 milhões de votos dados pela internet.

O prêmio da revista Time, concedido anualmente desde 1927, homenageia a "pessoa ou pessoas que mais impactaram as notícias, para o bem ou para o mal, durante o ano".

Ao longo dos anos, diversos líderes globais, ativistas, astronautas, papas e a rainha Elizabeth II receberam o título. Escolhas controversas incluem Adolf Hitler, em 1938, e Josef Stalin, no ano seguinte e novamente em 1942.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários