Ele confessou o crime enquanto falava sozinho
Reprodução
Ele confessou o crime enquanto falava sozinho

Robert Durst, magnata estadunidense, foi acusado nesta sexta-feira (22) de matar sua própria esposa. Kathie Durst despareceu em 1982 e há quatro anos foi considerada morta a pedido de sua família. 

Na última semana, Durts foi condenado à prisão perpétua por matar a melhor amiga de sua esposa. Susan Berman foi assassinada com um tiro na nuca em 2000. A suspeita é que o magnata quis impedi-la de ir à polícia depor sobre o desaparecimento de Kathie. 

O motivo da nova acusação é o documentário The Jinx: A Vida e as Mortes de Robert Durst , exibido em 2005, que mostra o áudio em que o bilionário confessa os assassinatos. Na produção, é possível ouvir ele sussurrar "Pronto, te pegaram" e "Matar todos, claro". 

A Polícia de Nova Iorque entrou com uma queixa criminal contra Durst na última terça-feira (19). Agora ele é acusado por assassinato em segundo grau pela morte de sua esposa, Kathie. 

Além de Susan e Kathie, Durst já confessou ter esquartejado seu vizinho em legítima defesa. As acusações sobre esse caso foram retiradas após a confissão. 

Leia Também

A família de Robert Durst ocupa a 47ª posição do ranking da Forbes, com uma fortuna estimada em US$ 8,1 bilhões (cerca de R$ 46 bilhões).




    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários