David Amess, parlamentar britânico que morreu após ser esfaqueado
Reprodução
David Amess, parlamentar britânico que morreu após ser esfaqueado

A polícia britânica anunciou nesta sexta-feira (15) que a investigação sobre o assassinato do deputado conservador David Amess , esfaqueado múltiplas vezes por um homem em Essex, no sul do Reino Unido, é liderada pela equipe contraterrorismo.

A informação foi divulgada pelo comandante da polícia local, Ben- Julian Harrington, durante coletiva de imprensa. Ele confirmou a reconstrução do ataque e a prisão do suposto autor do crime, um jovem de 25 anos, cuja identidade não foi revelada.

Segundo o jornal "Telegraph", o homem é originário da Somália e "permanece sob custódia".

"No momento pretendemos esclarecer que não acreditamos que haja qualquer outra ameaça imediata a ninguém na área", disse Harrington.

Leia Também

Leia Também

Apesar do envolvimento da equipe contraterrorismo na investigação, o alto funcionário não indicou formalmente uma possível motivação terrorista.

"Caberá aos investigadores apurar se foi ou não um incidente terrorista, mantemos sempre em aberto" todas as hipóteses", concluiu Harrington, definindo o caso como "um dia trágico" para a família de Amess, seus apoiadores e toda a comunidade de Essex.

De acordo com o policial, Amess "dedicou toda a sua vida a servir as comunidades de Essex e Southland" e teve ela "terrivelmente interrompida durante o desempenho de suas funções" como parlamentar.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários