Ministro de emergências da Rússia
Reprodução
Ministro de emergências da Rússia

 O ministro para Situações de Emergência da Rússia, Yevgeny Zinichev, 55 anos, morreu nesta quarta-feira (8) ao tentar salvar um cinegrafista durante um treinamento em Norilsk, no Ártico, confirmou Moscou.   

“O ministro morreu tragicamente no cumprimento do dever enquanto estava salvando a vida de uma pessoa em exercícios interdepartamentais para proteger a zona ártica de emergências”, informou o Ministério em nota.   

 Segundo as agências russas de notícias, o cinegrafista estava na beira de um penhasco quando se desequilibrou e caiu. O ministro tentou salvar o homem antes que ele caísse na água, mas acabou batendo a cabeça em uma pedra e ficou gravemente ferido.   

Os dois chegaram a ser levados de helicóptero para um hospital da região, mas não resistiram aos ferimentos. Em nota oficial, o presidente do país, Vladimir Putin, disse estar “chocado” com a morte de um “amigo sempre confiável e leal, além de um grande profissional”.   

“Nós perdemos um verdadeiro servidor da pátria, um companheiro e uma pessoa que era próxima de todos nós. Era um homem de grande força interior, coragem e audácia. É uma perda pessoal insubstituível para mim. Nós compartilhamos muitos anos de trabalho comum e sempre soube que poderia contar com Yevgeny em qualquer situação, mesmo nas mais complicadas”, acrescentou.   

Conforme o perfil feito pela agência Sputnik, Zinichev entrou na KGB em 1987 e, desde 1991, atuava no Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB). Ele trabalhou em diversas funções e “acompanhava o presidente Vladimir Putin em suas viagens a trabalho”. Zinichev tinha assumido a liderança da pasta em 2018.   

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários