Panta Petrovic, idoso que vive em caverna e se vacinou
Reprodução
Panta Petrovic, idoso que vive em caverna e se vacinou

Dezoito anos atrás, Panta Petrovic decidiu abandonar a "civilização" e ir viver sozinho em uma caverna em região montanhosa na Sérvia. Em uma das raras visitas à pequena cidade de Pirot, onde nasceu, o idoso de 70 anos ouviu falar sobre a Covid-19. Resolveu se vacinar! E estranhou por que muitas pessoas não querem se imunizar. Apesar da vida isolada, o ermitão quis se proteger do coronavírus.

"Ele virá à minha caverna também", comentou o sérvio, segundo a agência France Presse.

A moradia de Panta está situada na montanha Stara Planina, no sul da Sérvia, e só é acessível por meio de uma subida íngreme. Ele passa o verão morando em uma cabana em uma árvore e o inverno em sua caverna. O sérvio dorme sobre uma pilha de feno e usa uma banheira enferrujada como banheiro.

Panta costumava trabalhar como operário em Pirot e no exterior por algum tempo. Ele classificava a sua vida como "agitada", admitindo que se casou várias vezes. O ermitão diz que tem seis filhos com quatro mulheres diferentes.

No entanto, Petrovic sempre amou a natureza. Ir morar em um caverna foi o desfecho natural para quem se isolava cada vez mais da sociedade.

"Eu não era livre na cidade", declarou o sérvio, que se alimenta do que ele encontra ao redor da montanha, como cogumelos e peixes do riacho local. No entanto, às vezes, ele também caminha pelo centro da cidade para vasculhar lixeiras atrás de restos de comida.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários