Brandon é acusado de tatuar ilegalmente um menor em uma unidade do McDonald's nos EUA
Reprodução: Laurens County Sheriff´s Office
Brandon é acusado de tatuar ilegalmente um menor em uma unidade do McDonald's nos EUA

Brandon Presha, de 28 anos, foi flagrado pela polícia de Laurens, nos Estados Unidos, tatuando uma jovem menor de idade dentro de uma unidade do fast food McDonalds.

Em vídeo, um cliente gravou o momento da menina sendo tatuada. Ainda, Presha foi detido e acusado de tatuagem ilegal e tatuagem em menor de idade. A identidade da adolescente não foi divulgada.

Chrissie Latimore, chefe de polícia de Laurens, relatou à WYFF-TV que um juiz estabeleceu fiança em ambas as acusações em US$ 25 mil (cerca de R$ 130 mil). Presha segue detido no Centro de Detenção do Condado de Laurens, até que consiga pagar a fiança.

Em nota sobre o acontecimento do dia seis de agosto, o McDonald's disse: "Em nossos restaurantes, nada é mais importante para nós do que a segurança e o bem-estar de nossos clientes e funcionários. A conduta reportada ontem não está de acordo com os valores da nossa organização e nem com as nossas expectativas de funcionamento dos restaurantes. Estamos investigando o incidente e tomaremos as medidas adequadas para garantir que nosso restaurante seja um lugar seguro para nossos funcionários trabalharem e para nossos clientes se divertirem".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários