Caça Super Hornet F/A18 com a mangueira do drone acoplada para o reabastecimento
Imagem: Reprodução/YouTube/Boeing
Caça Super Hornet F/A18 com a mangueira do drone acoplada para o reabastecimento

Um evento histórico para a aviação ocoreu na última sexta-feira (4). Um caça da Marinha dos EUA foi reabastecido em pleno voo. O teste foi concluído com sucesso por um Vant (veículo aéreo não tripulado) da Boeing e marca o primeiro abastecimento aéreo feito por um drone.

Ambas aeronaves já estavam em altitude e velocidade operacionalmente relevantes, quando o Vant estendeu a mangueira e deu início ao procedimento.

Segundo o UOL, o MQ-25 da Boeing (drone não tripulado) decolou antes do jato Super Hornet F/A18, que voou em formação fechada atrás do VANT para garantir o desempenho e estabilidade durante o teste.

"Ver o MQ-25 cumprindo sua tarefa principal hoje, abastecer um F / A-18, é um momento significativo e emocionante para a Marinha e mostra um progresso concreto em direção à realização das capacidades do MQ-25 para a frota", disse o capitão Chad Reed para a agência Navair.

Leanne Caret, CEO do departamento de defesa da Boeing, esteve alinhado com o militar e tratou o teste bem-sucedido como um "evento histórico" para o futuro da aviação militar.

De acordo com o comunicado liberado pela Boeing, este foi o 26º voo de teste do MQ-25. A expectativa é de que o drone passe por mais simulações digitais e avaliações de aerodinâmica, antes de ser completamente incorporado à frota da marinha estadunidense.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários