Estados Unidos retornaram ao Iraque em 2014 para ajudar na batalha contra o Estado Islâmico
Pixabay
Estados Unidos retornaram ao Iraque em 2014 para ajudar na batalha contra o Estado Islâmico

Cinco foguetes atingiram uma base que abriga aviões americanos no Iraque , segundo a agência de notícias France-Presse. De acordo com o relato, dois foguetes explodiram instalações americanas subcontratadas.

O general Diaa Mohsen, comandante da base aérea de Balad, ao norte da capital Bagdá, contou à agência de notícias do governo iraquiano que ao menos dois soldados americanos ficaram feridos com o ataque. 

Até o momento de publicação desta matéria, nenhum grupo assumiu autoria dos ataques. Soldados americanos supõem que o ato tenha sido conduzido por milícias iranianas com base no Iraque. 

Os Estados Unidos retiraram seus soldados do Iraque em 2011, retornando em 2014, a convite do governo local, para ajudar em c onfrontos contra o Estado Islâmico . Durante o governo Donald Trump , mais militares americanos retornaram do Iraque aos Estados Unidos. Estima-se que há aproximadamente 2,5 mil soldados na região. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários