EUA: Trump incentiva apoiadores a tomarem vacina contra a Covid-19
Carlos Barria/Reuters
EUA: Trump incentiva apoiadores a tomarem vacina contra a Covid-19

O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump incentivou seus apoiadores a tomarem a vacina contra a Covid-19 em uma entrevista para o canal "Fox News" na noite desta terça-feira (16).

"É uma grande vacina, uma vacina que funciona. Eu recomendo para muitas pessoas que não querem tomá-la e muitas dessas votaram em mim. Mas há liberdade e nós devemos respeitar isso", disse Trump, ressaltando porém que as vacinas no país são "seguras".

Segundo pesquisas divulgadas pela mídia norte-americana, uma parte considerável das pessoas que se consideram republicanas - entre 30% e 40% - disseram que não tomaram nenhum das vacinas aprovadas no país.

O próprio Trump nunca fez uma campanha publicitária para incentivar os cidadãos a se vacinarem e, ainda conforme a mídia do país, ele e sua esposa, Melania, foram vacinados sem alarde em janeiro na Casa Branca.

Uma recente campanha com todos os ex-presidentes vivos republicanos e democratas está tentando incentivar a vacinação e o atual mandatário, Joe Biden, e sua vice, Kamala Harris, se imunizaram em público. Além disso, há agora um forte investimento em campanhas educativas para incentivar que os norte-americanos se protejam para voltar mais rapidamente à normalidade.

Desde que o democrata assumiu o cargo de chefe de Estado, a campanha nacional de imunização deu um salto e a promessa de vacinar 100 milhões de norte-americanos em 100 dias será cumprida antes do previsto.

Conforme dados do portal Our World in Data, os EUA já aplicaram mais de 110 milhões de doses dos imunizantes Pfizer/BioNTech, Moderna e Johnson & Johnson. Com exceção da última, as primeiras necessitam de duas doses de aplicação.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários