Pedra é encontrada na fronteira entre Israel e Egito com 1.400 anos
Reprodução
Pedra é encontrada na fronteira entre Israel e Egito com 1.400 anos

Uma mulher que viveu cerca de 1.400 anos atrás teve sua lápide encontrada no  Parque Nacional Nitzana , no deserto de Neguev , próximo as fronteiras de Israel e Egito. As informações foram apuradas pelo O Tempo.

Descoberta em um local onde em sua maioria, os cristãos eram enterrados, a pedra de 25 cm de diâmetro carrega a frase "Abençoada Maria, que viveu uma vida imaculada" e tem gravada a data 9 de fevereiro. “O Nitzana é conhecido como um local-chave na pesquisa sobre a transição entre o período bizantino e o período islâmico inicial", declarou Tali Erickson-Gini, membro da instituição governamental.

"Blessed Maria who lived a flawless life".... wait...Who is Maria??? Amazing archeological find by the Ramat HaNegev...

Publicado por Humans of JNF em  Terça-feira, 5 de janeiro de 2021

Pesquisadores trabalham com a possibilidade de o local ter sido habitado por 1.300 anos. O último registro de vida lá ocorreu por cerca do século 10 a.C. "Ao contrário de outras cidades antigas no Neguev, muito pouco se sabe sobre os cemitérios ao redor de Nitzana", afirmou o arqueólogo israelense Pablo Betzer.

"A descoberta de qualquer inscrição como essa pode melhorar nossa definição dos limites dos cemitérios, ajudando assim a reconstruir os limites do próprio assentamento, que ainda não foram verificados", conclui Betzer. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários