Manifestantes pró-Trump brigam com policiais
Leah Mills/Divulgação
Manifestantes pró-Trump brigam com policiais

Adam Kinzinger, senador do partido republicano, o mesmo do presidente Trump , declarou na tarde desta quarta-feira (6), após  manifestantes invadirem o congresso e interromperem a sessão que confirmaria a vitória de Joe Biden nas eleições que essa é uma “tentativa de golpe”.


Confira o tuíte do parlamentar



Inflados por Trump, manifestantes invadiram o Capitólio, sede do congresso americano, em Washington, capital dos Estados Unidos, durante a contagem dos votos do colégio eleitoral para as eleições presidenciais.

A sessão foi interrompida, e senadores e deputados foram evacuados do local e colocados em espaços seguros dentro do Capitólio.  O vice-presidente Mike Pence , que segundo Trump “não teve coragem” de rejeitar a contagem de votos, estava no local e foi retirado do edifício.

Em resposta a um tuíte de Trump, onde ele dizia que a eleição havia sido fraudulenta, o senador  Kirzinger voltou a criticar o colega de partido:

"Você não está protegendo o país, onde está a guarda nacional? Você chegou ao fim e seu legado será um desastre”, criticou.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários