Papa
Reprodução
Em mensagem de Natal, Papa pediu mais amor, fé e esperança

 O  papa Francisco voltou a falar sobre as celebrações de Natal que, neste ano, precisarão ser realizadas em meio a inúmeras restrições sanitárias por conta da pandemia do coronavírus Sars-CoV-2 durante a audiência geral dessa quarta-feira (16) .

"Esse ano, nós teremos restrições e inconvenientes. Mas, pensemos no Natal da Virgem Maria e de São José: não foram rosas e flores. Quantas dificuldades eles tiveram. Quantas preocupações. Porém, a fé, a esperança e o amor os guiaram e os mantiveram. Que seja assim para nós", disse o Papa , ressaltando o "verdadeiro Natal" cristão.

Francisco ainda pediu que "essas dificuldades nos ajudem a purificar um pouco a maneira de viver o Natal, de festejar, saindo do consumismo, e que seja mais religioso, mais autêntico, mais verdadeiro".

O Vaticano vai seguir também os protocolos do governo italiano para as celebrações religiosas do fim de ano, sem a presença de fiéis, e antecipando o horário da tradicional missa do galo em duas horas para respeitar o toque de recolher.

Desde o início de novembro, as celebrações do Papa já voltaram a ser realizadas por streaming e os museus vaticanos estão fechados ao público para evitar a disseminação da Covid-19.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários