.
Reprodução
Papai Noel às avessas


Mais de 75 residentes e funcionários de um lar de idosos contraíram o novo coronavírus após a visita de um voluntário fantasiado de Papai Noel na cidade de Antuérpia, Bélgica, na semana passada.


O "bom velhinho" foi diagnosticado com a Covid-19 três dias após a visita e agora está sendo acusado de ser um " superespalhador ", contaminando 61 residentes e 14 funcionários. Segundo a imprensa local, pelo menos um dos idosos foi tratado com oxigênio.

As fotos do evento mostraram que nem todos os residentes usavam máscaras e que o Papai Noel e seus ajudantes estavam a menos de dois metros dos idosos, informou o Daily Mail.

"Inicialmente, (a casa de repouso) disse que as regras tinham sido seguidas, mas as fotos das famílias dos residentes mostram que este não era o caso. Está havendo uma  pressão emocional muito grande tanto para o homem que era o Papai Noel, bem como para os organizadores e a equipe", disse o prefeito Wim Caeyers à mídia local.

Segundo ele, "tudo será feito" para controlar o vírus , com a ajuda dos profissionais de saúde locais, da Cruz Vermelha e do governador de Antuérpia.

Um porta-voz da Armonea, empresa que administra o lar de idosos, disse que "a equipe está muito chocada com o que aconteceu, mas que está combatendo a doença".


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários