Eta
Reprodução/Twitter
Diversos locais do país ficaram debaixo d'água por conta da forte tempestade

Pelo menos 57 pessoas morreram e outras oito estão desaparecidas após a passagem da tempestade tropical Eta  por Honduras, segundo informações das autoridades do país.

O Eta deixou um rastro de destruição na América Central . O fenômeno foi classificado como um furacão de nível quatro no início da última semana, mas foi perdendo força conforme avançava pela região.

Honduras foi um dos países mais atingidos. Dois importantes rios transbordaram, causando inundações e afetando milhares de pessoas.
De acordo com o último balanço da Comissão Permanente de Contingências ( Copeco ), o número de mortos dobrou em 24 horas.

Além disso, o relatório da Copeco apontou que pouco mais de 8,1 mil famílias estão desabrigadas e quase 42 mil foram resgatadas.

Uma grande operação de resgate aconteceu nas proximidades da segunda maior cidade de Honduras , San Pedro Sula. O presidente Juan Orlando Hernández agradeceu aos soldados norte-americanos, bem como ao vizinho El Salvador, pela assistência às vítimas.

Além de El Salvador e Honduras, o Eta também atingiu Costa Rica , Guatemala, Panamá, Cuba e México. A tempestade chegou aos Estados Unidos nesta segunda-feira (9) com ventos de até 100 km/h e fortes chuvas .

Desde que passou pela América Central, a tempestade deixou pelo menos 200 pessoas mortas ou desaparecidas.

    Veja Também

      Mostrar mais