Ataque ao professor aconteceu em Conflans Saint-Honorine, na cidade de Éragny, a 30 km de Paris.
Divulgação
Ataque ao professor aconteceu em Conflans Saint-Honorine, na cidade de Éragny, a 30 km de Paris.

Nesta terça-feira (20), a França ordenou o fechamento temporário da Grande Mesquita de Pantin , localizada nos arredores de Paris. Na última sexta-feira (16), a mesquita compartilhou um vídeo que demonstrava ódio ao professor Samuel Paty horas antes de ele ser decapitado . As informações foram dadas pela agência de notícias Reuters .

Samuel Paty tinha 47 anos e era professor de história. Ele foi decapitado após mostrar caricaturas de Maomé aos seus alunos durante uma aula era sobre liberdade de expressão.

Antes de ser assassinado, Paty foi vítima de uma campanha virtual de intimidação. Depois que a informação veio à tona, o reitor da Grande Mesquita de Pantin, M’hammed Henniche, lamentou o compartilhamento do vídeo de ódio.

A polícia francesa colocou avisos sobre a ordem de fechamento diante da mesquita. O local deverá ficar fechado por seis meses com o “único propósito de evitar atos de terrorismo ”, informa o comunicado emitido pelo chefe do Departamento de Seine-Saint-Denis.

Gérald Darmain, ministro do Interior, disse que a França enfrenta um “inimigo interno”. Autoridades do país afirmaram que haverá uma reação dura contra disseminadores de mensagens de ódio , pregadores de sermões radicais e estrangeiros que representem uma ameaça à segurança nacional.

    Veja Também

      Mostrar mais