Luis Arce (esq) já foi ministro da Economia de Evo Morales (dir).
Reprodução/Twitter Evo Morales
Luis Arce (esq) já foi ministro da Economia de Evo Morales (dir).

Nesta segunda-feira (19), Carlos Mesa afirmou, em rede social, que caberá a ele e ao partido Comunidade Cidadã (CC) serem oposição. Assim, o principal adversário de Luis Arce reconhece a derrota nas eleições presidenciais da Bolívia . As informações foram dadas pelo G1 .

"Faço um agradecimento a todos os bolivianos que votaram no Comunidade Cidadã (CC). Ao povo boliviano pelo seu compromisso democrático. A todos os dirigentes do CC, a nossos aliados. Cabe-nos sermos líderes de oposição . Honraremos a Bolívia", escreveu Mesa no Twitter.

A presidente-interina Jeanine Añez, que é adversária do MAS, também já reconheceu a vitória de Arce .

Até o momento foram contabilizados oficialmente 20% dos votos, mas as pesquisas de boca de urna indicam a vitória de Luis Arce no primeiro turno. Ele é o candidato do partido Movimento ao Socialismo (MAS), que também é a sigla do ex-presidente Evo Morales.

Dados da Ciesmori, divulgados pela rede de TV Unitel, mostram Arce com 52,4% e Mesa com 31,5%. De acordo com a entidade Tu Voto Cuenta, o candidato do MAS possui 53% dos votos contra 30,8% do candidato do CC.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários