Pinguim 41 anos
Reprodução/Guinness World Records
Expectativa de vida dos pinguins na natureza é de 15 a 20 anos. Em cativeiro, o número sobe para 30.

Um pinguim fêmea chamado Olde, que significa “bisavó” em dinamarquês, bateu o recorde de longevidade e entrou para o Guinness World Records como o pinguim criado em cativeiro mais velho do mundo, com 41 anos e 141 dias completados no dia 4 de outubro. Ele vive no zoológico de Odense, na Dinamarca .

Olde é uma fêmea da espécie pinguim-gentoo, que é nativa da Península Antártica e das ilhas subantárticas. Na natureza, eles costumam viver entre 15 e 20 anos. Quando criados em cativeiro, podem chegar até os 30 anos de idade. O último pinguim que chegou aos 40 anos de idade era uma fêmea-africana chamada Tess, que morreu em 2015 nos Estados Unidos.

Ela nasceu em 1979 no Zoológico de Edimburgo, na Escócia. Depois disso, foi transferida para Montreal, no Canadá, onde ficou por 23 anos. Desde 2003, vive no zoológico dinamarquês. Ao longo de seus 41 anos, Olde contribuiu para a reprodução da espécie, se tornando tataravó em 2020.

    Veja Também

      Mostrar mais