fachada do teatro solís
Getty Images/Photodisc
Na foto, Teatro Solís, um dos principais pontos culturais da cidade


O auditório Adela Reta, localizado na cidade de Montevidéu e um dos principais palcos culturais do Uruguai, realizou espetáculo para o público na última quinta-feira (6) depois de meses fechado. A cidade é considerada a primeira capital da  América Latina a retomar atividades de teatros .


A autorização aconteceu oficialmente na última segunda-feira (3), liberando que, além de teatros, cinemas, galeria de arte e museus reabram, desde que sigam com rígido protocolo de segurança. Contudo, só podem operar espaços que sejam amplos e que consigam cumprir com as normas de distanciamento social .

No caso do espetáculo na Adela Reta, os organizadores permitiram que 411 pessoas assistissem a apresentação de um coral uruguaio. A capacidade do espaço é de 1,8 mil pessoas, mas foi reduzida devido ao distanciamento entre os assentos.

As pessoas deveriam se sentar mantendo distância de dois assentos entre as outras. A norma era obrigatória até para pessoas acompanhadas. Apenas as fileiras pares estavam disponíveis; assim, as ímpares reforçavam o distanciamento.

O retorno foi tão esperado que teve seus ingressos esgotados. Para a ocasião especial, o auditório não cobrou a entrada.

Além do público, a disposição do palco também foi alterada para manter os artistas seguros. Apenas 20 de 75 integrantes do coral estavam presentes. Todos eles tinham uma lâmina de acrílico em frente ao corpo e mantinham distanciamento dos outros cantores.

O Uruguai ganhou destaque no mundo por ter conseguido controlar o novo coronavírus sem decretar quarentena obrigatória. O país teve apenas 1.318 infectados e 37 óbitos. A população total do país é de 3,4 milhões de habitantes.

    Veja Também

      Mostrar mais