universal
Alan Santos/PR
Bolsonaro e Edir Macedo, dono da igreja Universal do Reino de Deus


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) enviou uma carta ao presidente de Angola, João Manuel Lourenço, em que declara preocupação com os membros brasileiros da igreja Universal do Reino de Deus (IURD) no país e pediu proteção a esses pastores que são investigados .


OO SIC (Serviço de Investigação Criminal) da Polícia Nacional de Angola realizou na última sexta-feira (10) ações de busca e apreensão contra pastores da igreja Universal. Os líderes religiosos são acusados de evasão de divisas e lavagem de dinheiro. Os templos da Universal em todo o território angolano foram alvos mandados juciais do SIC, que tem poderes equivalentes ao da Polícia Federal. 

A carta enviada ao presidente de Angola foi compartilhada pelo filho do presidente brasileiro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). 


Na diligência que mirou os pastores suspeitos de envolvimento em atos criminosos foram apreendidos computadores, câmeras de segurança, livros da contabilidade e documentos bancários. Os agentes agolanos encontraram cofres e fundos falsos em paredes das igrejas , assim como fotos de cartões de crédito e papéis de bancos. 

    Veja Também

      Mostrar mais