Maconha
Pixabay/Creative Commons
Cultivo para uso pessoal é permitido no país desde 1976.

O governo da Holanda anunciou que irá recrutar plantadores e cultivadores de maconha para trabalhar no país. O anúncio foi feito pelo Ministério da Saúde do país na última terça-feira (9). Candidatos poderão se inscrever para a vaga a partir do dia 1 de julho.

Leia também:

Segundo o governo, o intuito é que os plantadores consigam abastecer, de forma legal, cafés e lojas do país. Ao todo, serão escolhidos 10 cultivadores que, para conseguirem a vaga, deverão ser submetidos a testes rigorosos, sendo que eles devem garantir a produção de 6.500 quilos de cânhamo seco e dez variedades da planta.

Em 2018, o governo da Holanda aprovou um teste em grande escala que autorizava dez cidades a cultivar cannabis. O objetivo do experimento era verificar os efeitos do cultivo da planta na criminalidade, na segurança e na saúde da população.

A venda de pequenas quantidades de maconha é permitida na Holanda desde 1976. No país, cada cidadão pode cultivar até cinco pés da planta para consumo pessoal. Entretanto, plantação e comércio em larga escala ainda são proibidos no local. 

    Veja Também

      Mostrar mais