Derek Chauvin
Reprodução/ Ramsey County Sheriff's Office
Chauvin foi detido no dia 29 de maio e está em uma prisão de segurança máxima.

A Justiça dos Estados Unidos determinou uma fiança de US$ 1 milhão, equivalente a R$ 4,8 milhões ,  para o ex-policial Derek Chauvin, que asfixiou  George Floyd  na cidade de Minneapolis no final de maio. 

Leia também:

Na decisão, que foi tomada nesta segunda-feira (8), a juíza determinou também que o valor da fiança pode chegar à US$ 1,25 milhões, caso Chauvin não cumpra determinações estabelecidas pela Justiça. O ex-policial está respondendo pelos crimes de homicídio em segundo grau e assassinato em terceiro grau.

O ex-policial, que foi preso no dia 29 de maio e, atualmente, está em uma prisão de segurança máxima, compareceu à uma audiência por videoconferência com uma juíza. Entretanto, segundo jornais locais, Chauvin ficou em silêncio durante todo o encontro. 

Outros três policiais que acompanhavam a ação e não impediram Chavuin de ajoelhar em Floyd também estão presos e irão responder por cumplicidade no caso. A fiança de US$ 1 milhão também foi determinada para o trio. 

    Veja Também

      Mostrar mais