protesto
William Volcov/Brazil Photo Press/Agencia O Globo
Manifestantes protestam em Roma e Madri por justiça e igualdade

Milhares de pessoas foram às ruas, neste domingo (07), para se manifestar sobre a violência policial e contra o racismo. Motivadas pela morte de George Floyd, em Minneapolis, nos EUA, grupos sairam nas ruas da Espanha e Itália.

Leia também


Espanha

Em Madri, capital do país, cerca de 3.000 pessoas, segundo dados da polícia local, foram às ruas neste domingo. O grupo se reuniu em frente à embaixada dos Estados Unidos e repetiram palavras de ordem que ficaram muito conhecidas pelos protestantes: "Não consigo respirar", em alusão as últimas palavras de George Floyd antes de ser morto por policiais brancos.

O grupo também entoou frases como "Não há paz sem justiça", e "Vocês, racistas, vocês são terroristas!".

Depois da manifestação em frente à embaixada, os manifestantes caminharam até a praça Puerta del Sol, um dos pontos turísticos mais famosos da cidade.

Já em Barcelona, centenas de manifestantes lotaram a Plaza de Sant Jaume, uma das principais da cidade. Usando máscaras, espalharam cartazes em inglês para denunciar o racismo na Espanha e na Europa.


Itália

Em Roma, capital do país, uma manifestação espontânea surgiu na Piazza del Popolo, um dos pontos turísticos mais procurados.

Composto por jovens, em sua maioria, o protesto contou com um silêncio e punhos erguidos por quase nove minutos, em referência ao tempo que o policial ficou em cima do pescoço de George Floyd.

A aglomeração contou com muitos imigrantes e descendentes de africanos.

    Veja Também

      Mostrar mais