manifestação antifa contra racismo e violência policial
William Volcov/Brazil Photo Press/Agencia O Globo
Manifestantes protestam em Nova York após a morte de Floyd por um policial branco

O perfil oficial no Twitter da Casa Branca, sede do governo estadunidense, realizou uma publicação na tarde desta quarta-feira (3) em que afirma que "antifa e anarquistas profissionais estão invadindo nossas comunidades". A publicação foi acompanhada por um vídeo das manifestações que acontecem pelos Estados Unidos.

Leia também: Trump diz que governadores "têm que dominar" manifestantes

A Casa Branca, comandada pelo presidente Donald Trump, alega que o grupo formado por " antifa" (antifascistas) e anarquistas usam tijolos e armas para instigar a violência. A publicação chama os atos de "terror doméstico". 

Manifestações contra racismo e violência policial ocorrem em diversas cidades dos Estados Unidos desde o último dia 25, quando George Floyd , ex-segurança negro de 46 anos, foi morto em Mineápolis por um policial branco.

O agente se ajoelhou no pescoço de George Floyd por ao menos sete minutos enquanto o segurança afirmava que não conseguia respirar.

"As vítimas são os manifestantes pacíficos, os moradores dessas comunidades e os corajosos vigilantes da polícia", afirma a Casa Branca

Leia também: Madrugada de fúria: protestos nos EUA deixam mortos e rastro de destruição

Veja o tuíte da Casa branca criticando manifestantes antifa :



    Veja Também

      Mostrar mais