País é o terceiro com mais casos de Covid-19 no mundo
Reprodução/Twitter
País é o terceiro com mais casos de Covid-19 no mundo

A Rússia vai passar a ministrar um novo medicamento para o tratamento da Covid-19. O antiviral chamado Avifavir foi aprovado e poderá ser prescrito a partir do dia 11 de junho, de acordo com o chefe da RDIF (Fundo Direto de Investimento) na Rússia. Segundo ele, será fabricado o suficiente para tratar cerca de 60.000 pessoas por mês.

Atualmente, não existe vacina para a Covid-19 , e os testes em humanos de vários medicamentos antivirais já existentes ainda não demonstraram eficácia.

Veja também: Trump se esconde em bunker durante protestos nos EUA

Um novo remédio antiviral da Gilead chamado Remdesivir mostrou alguma promessa em pequenos testes contra a Covid-19 e está sendo oferecido a pacientes por alguns países sob regras de uso compassivo ou emergencial.

Você viu?

O Avifavir, conhecido genericamente como Favipiravir, foi desenvolvido pela primeira vez no final dos anos 90 por uma empresa japonesa e mais tarde comprada pela Fujifilm.

Leia mais: Infectologista da UFRJ teme explosão de casos de Covid-19 com reabertura

O chefe do RDIF, Kirill Dmitriev, disse que os cientistas russos aprimoraram o medicamento e afirmou que Moscou compartilhará os detalhes dessas modificações em duas semanas.

O Japão também está testando a droga. Ele ganhou prestígio do primeiro-ministro Shinzo Abe e US $ 128 milhões em financiamento do governo, mas ainda não foi aprovada para uso.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários