Roma Itália
Wikimedia Commons
Roma Itália

Após dois meses de lockdown, a Itália iniciou nesta segunda feira (11)  uma nova fase de flexibilização das medidas de isolamento social , com reabertura de lojas, salões de beleza, bares, igrejas e restaurantes. Esta é a primeira medida de relaxamento do país após a média diária de mortes pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) ficar abaixo de 100, menor número registrado desde o início de março.

Veja também: Macron: Todos os países devem ter acesso igual à vacina do novo coronavírus

As pessoas também poderão viajar entre cidades da região onde vivem. A partir do dia 3 de junho, serão permitidas viagens internacionais . O comércio poderá abrir as portas, mas cumprindo as medidas de isolamento social pré-estabelecidas pelo governo italiano.

Leia mais:Sob críticas, China apoia revisão de pandemia em encontro da OMS

Em milão, região mais atingida pela pandemia, houve protestos de trabalhadores de setores ainda não liberados. Piscinas, academias e centros esportivos só poderão ser reabertos no dia 25 de maio. Já os teatros e cinema, têm permissão pararetomar funcionamento após 15 de junho.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários